quinta-feira, 10 de abril de 2008

Pronomes possessivos, demonstrativos, indefinidos, interrogativos.

Os pronomes possessivos fazem uma referência às pessoas do discurso indicando posse. Normalmente, o pronome possessivo antecede o substantivo a que se refere; nada impede, porém, que ele venha após o substantivo.

Exemplo:
Não durma na minha cama.
A sua televisão quebrou novamente.
Os pronomes possessivos concordam:
Em pessoa com o possuidor: eu peguei o meu caderno.
Em gênero e número com a coisa possuída: você já pegou o seu caderno?

1ª pessoa singular - meu, minha, meus, minhas.
2ª pessoa singular - Teu, tua, teus, tuas.
3ª pessoa singular - Seu, sua, seus, suas.
1ª pessoa plural - nosso, nossa, nossos, nossas.
2ª pessoa plural - Vosso, vossa, vossos, vossas.
3ª pessoa plural - Seu, sua, suas, suas.

Os pronomes possessivos, em certas ocasiões, podem ser substituídos por pronomes oblíquos equivalentes:

Minha(s) » me
Tua(s) » te
Sua(s) » lhe(s)

Exemplo:

O sangue manchou-me a calça. (O sangue manchou a minha calça.)

PRONOMES DEMONSTRATIVOS
São aqueles que indicam o lugar, a posição que um ser ocupa em relação às pessoas do discurso.
Posição no espaço:

Esta caneta é minha. Esta indica que a caneta está próxima da pessoa que fala.

Esse carro não é o teu? Esse indica que o carro está próximo da pessoa que ouve.

Aquele livro não pode ficar lá na mesa. Aquele indica que o livro está distante da pessoa que fala e da pessoa que ouve.

Posição no tempo:

Esta semana comprei meu carro. Esta se refere à semana presente, atual.

Esse mês batemos nossas metas. Esse se refere a um passado próximo.

Aquele mês foi péssimo para o comércio. Aquele se refere a um passado mais distante.


VARIÁVEL - este, esta, estes, estas. INVARIÁVEL- Isto
Esse, essa, esses, essas. Isso
Aquele, aquela, aqueles, aquelas. Aquilo

Há outras palavras que podem aparecer como pronomes demonstrativos:

Mesmo, mesma, mesmos, mesmas, tal, tais, próprio, próprias, próprios, próprias, o, a, os, as, semelhante, semelhantes.

Exemplo:

Ninguém esperava tal nota no vestibular. (tal » esta)

As mesmas pessoas resolveram aderir à passeata.

Ele fez justamente o que não podia. (o » aquilo)


PRONOMES INDEFINIDOS


Os pronomes indefinidos referem-se à terceira pessoa do discurso de forma vaga, imprecisa e genérica. Alguém deixou a torneira aberta.

Variáveis - Algum, alguma, alguns, algumas, Nenhum, nenhuma, Nenhuns, nenhumas, todo, toda, todos, todas, Outro, outra, outros, outras, Muito, muita, muitos, muitas, pouco, pouca, poucos, poucas, Certo, certa, certos,certas, Vário, vária, vários, várias, Quanto, quanta, quantos, quantas, Tanto, tanta, tantos, tantas, qualquer, quaisquer

(referem-se a coisas e pessoas)
Qual, quais Cada
Um, uma, uns, umas que

Os pronomes indefinidos também podem aparecer sob a forma de locução pronominal: Cada qual, quem quer que, qualquer um, todo aquele que, tudo o mais
Emprego dos pronomes indefinidos
- o indefinido algum, anteposto ao substantivo tem sentido afirmativo; posposto, assume sentido negativo.
Algum caso teve ocorrência. (afirmativo)Motivo algum me fará desistir de você. (negativo)
- o indefinido cada não deve ser utilizado desacompanhado de substantivo ou numeral.
Receberam dez reais cada um.
- o indefinido certo, antes de substantivo é pronome indefinido, depois do substantivo é adjetivo.
Não entendo certas pessoas. (pronome indefinido)
Escolheram o local certo para a festa. (adjetivo)
- o indefinido todo e toda (singular), quando desacompanhados de artigo, significam qualquer.
Todo homem é mortal. (Qualquer homem é mortal)
Quando acompanhados de artigo dão idéia de totalidade.
Ela jogou todo o macarrão fora.
Qualquer (plural = quaisquer): Vieram pessoas de quaisquer origens.

PRONOME INTERROGATIVO
É um tipo de pronome indefinido com que se introduzem frases interrogativas (diretas ou indiretas).

Variáveis Invariáveis
Qual, quanto Quem que

Quantos irão ao teatro? (direta)Quero saber quantos irão ao teatro. (indireta)

Pronto galerinha…
Portanto, estudem!
Beijos e até mais!
Professora Caroline Ferreira